Subscribe Now

Trending News

5 passos para você economizar na reforma do seu apartamento
Arquitetura, Imóveis

5 passos para você economizar na reforma do seu apartamento

O tema reforma não é algo muito agradável para uma boa parcela da população. Só quem já passou por isso sabe o quanto pode ser um momento estressante, além de custoso caso ela não seja organizada da melhor maneira possível. Por isso, hoje, vamos falar como é possível economizar na reforma do seu apartamento.

Tenha em mente que uma das coisas mais importantes nesse cenário é saber poupar dinheiro para que seja possível investir em outros pontos de melhoria, tal como, na decoração e na compra de móveis, por exemplo.

Tendo em vista a importância do assunto, preparamos um passo a passo rápido para você entender como é possível economizar na reforma do seu apartamento! Confira!

1. Estabeleça um orçamento

Assim como tudo na vida, uma boa reforma começa com um bom planejamento. No caso da reforma de um apartamento isso se faz ao estabelecer um orçamento para a obra, colocando todos os custos na ponta do lápis, bem como definindo o quanto que se poderá gastar em cada aspecto da reforma: mão de obra, materiais, dentre outros.

Tenha em mente que com um orçamento em mãos, você saberá muito bem o limite de gasto em cada etapa e isso ajudará a ter um bom controle dos gastos e da reforma em si. Se preferir, você pode até criar 3 tipos de orçamento, um pessimista, um realista e outro otimista.

2. Pesquise pelos melhores preços

Tendo um orçamento em mãos, é hora de pesquisar pelos melhores preços. Aliás, quem quer economizar, não pode ter preguiça para procurar os fornecedores de materiais, bem como os prestadores de serviço com um bom preço.

O trabalho é árduo, mas tenha em mente que quanto mais opções você buscar, maiores serão as suas chances de economia. Obviamente que, hoje, a internet possui um ambiente em que facilita muito essa busca, que, além de deixar tudo mais fácil, amplia as possibilidades.

É muito mais fácil pesquisar não somente no seu município, mas nas cidades em volta. Afinal, pode ser que o custo de materiais e mão de obra ali seja mais em conta.

3. Avalie o custo-benefício dos materiais

Em uma reforma, os materiais são peças essenciais para que tudo seja bem-feito. Tendo em vista que você pesquisou e tem uma grande variedade de opções para escolher, está na hora de avaliar o custo-benefício de cada material.

Claro que ter um preço baixo é um ponto muito positivo, mas é preciso analisar também a qualidade do material, visto que de nada adianta pagar mais barato se não é algo duradouro e resistente, não é mesmo? Nesse caso, o barato pode sair caro!

Então, priorize no somente o preço, mas também o quanto o material se adéqua à estrutura que você quer fazer e o quanto o seu custo-benefício vale a pena.

4. Negocie descontos

Outra possibilidade de economia é, simplesmente, negociar por descontos Então, entenda como isso pode ser feito: pagando a vista ou se há uma necessidade de compra de grande quantidade de material, por exemplo.

Esses 2 cenários são ótimos para quem sabe negociar, visto que o brasileiro tem a cultura de comprar parcelado. Então, para o estabelecimento que vende materiais é uma ótima opção receber tudo a vista.

5. Trabalhe com um engenheiro ou arquiteto

Por fim, a nosso último passo é que você conte com profissionais experientes e que tenham uma boa reputação no mercado. Evite qualquer profissional de procedência duvidosa, por isso, indicamos contar com um engenheiro ou um arquiteto.

Lembre-se que é a reforma do seu lar e qualquer gambiarra para economizar pode sair muito caro e comprometer o bem-estar seu e da sua família.

Conseguiu ver que é mais do que possível economizar na reforma do seu apartamento? Aproveitando o gancho, que tal conhecer agora as nossas 5 dicas para uma decoração de quarto infantil moderna?

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *